Menu


KAYAPÓ REAGEM EM DEFESA DO TERRITÓRIO E CONTRA A CRIMINALIZAÇÃO DE LIDERANÇAS INDÍGENAS EM OURILÂNDIA DO NORTE (PA)

23 AGO 2018
23 de Agosto de 2018


 KAYAPÓ REAGEM EM DEFESA DO TERRITÓRIO E CONTRA A CRIMINALIZAÇÃO DE LIDERANÇAS INDÍGENAS EM OURILÂNDIA (PA)


ENTREVISTA COM BÉMOK KAYAPÓ PARA RÁDIO WEB IDADE MÍDIA

 

Por Angelo Madson – Cientista Social e Nice Gonçalves – Jornalista (Kayapó)

 

                Nesta terça-feira (21), o Governo Federal deflagrou a Operação Muiraquitã, nos municípios de Ourilândia do Norte, Tucumã e Cumaru do Norte. Uma ação conjunta, envolvendo a Polícia Federal, FUNAI, IBAMA e a Secretaria de Segurança do Pará – SEGUP, para desmantelar a ação de um grupo internacional que atuava dentro da Terra Indígena (TI) Kayapó, com a exploração de garimpo e comércio ilegal de ouro.

A maior operação com uso de força aérea policial já realizada na Amazônia, contou com sete helicópteros. Duas pistas de pouso e decolagem, não homologadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), foram explodidas. Acampamento e máquinas avaliadas em 2,5 milhões foram queimadas (17 pás mecânicas, 2 tratores e 22 geradores de energia), assim como uma balsa. Segundo agentes responsáveis, a ação tem objetivo de coibir a atividade mineradora clandestina e consequentes danos aos indígenas e ao meio ambiente como: desvio do curso de rios, aterramento de rios e contaminação do solo, ar e águas pelo uso do mercúrio e outros metais pesados.

Trata-se de um território de muitas riquezas minerais, uma região de fronteira econômica, sob a mira do agro negócio. Os cerca de 3,28 milhões de hectares da Terra Indígena Kayapó, como se vê na imagem via satélite, determina o limite para o avanço da expansão agrícola de gado e soja. A legislação proíbe a atividade de garimpo em terra indígena, e por serem os grandes prejudicados, os indígenas Kayapó são os primeiros a denunciar a ação.

Segundo as investigações, os responsáveis seriam de famílias italiana e chinesa. No entanto, a cobertura dos portais da grande mídia hegemônica, a todo custo, buscam envolver e criminalizar as lideranças indígenas. Por isso, as lideranças Kayapó decidiram se manifestar oficialmente sobre o caso e para isso, optaram por um veículo de comunicação popular em defesa das lutas de resistência na Amazônia.

Na noite desta terça-feira (22), Bémok Kayapó concedeu uma entrevista exclusiva para a Rádio Web Idade Mídia (Comunicação para Cidadania), relatando a indignação do povo Kayapó contra situação de desrespeito e abuso de autoridade dentro das terras Kayapó, no sul do Pará, durante a operação Muiraquitã.

Há décadas, a Terra Indígena Kayapó sofre com a ação de garimpeiros, que aproveitam da falta de Políticas Públicas do Governo Nacional para aliciar lideranças, mas a grande maioria assina o documento que pede a expulsão de quase 5 mil garimpeiros que agem na região. A Funai já mapeou que cerca de 2.800 indígenas já foram contaminados pelos resíduos do garimpo ilegal despejados nos rios.

Os indígenas também cobram da Companhia Mineradora Vale a execução de seu plano de compensação por ter implantado a mina Onça Puma, que produz ferroníquel, à 34km da TI. Da mesma forma como cobram da estatal Eletrobrás e do consórcio Norte Energia o compromisso de financiar projetos de geração de renda nas aldeias, como contrapartida pela construção da hidrelétrica de Belo Monte, cerca de 500 quilômetros da TI Kayapó.

Neste momento, muitos indígenas estão sendo criminalizados pelo Estado brasileiro com apoio dos setores da mídia hegemônica. Mais uma vez o espectro da injustiça ronda a Aldeia Gorotire e Turedjam. O estado nacional, que desde o Golpe de 2016 está refém da ação de interesses da elite econômica, também é usado como instrumento deste poder. Hoje a aldeia Turedjam foi cenário de um lamentável episódio de abuso de autoridade e perseguição a uma liderança Kayapó, que é a principal voz contra ação de garimpeiros na região. Ouça agora, a entrevista com Bémok Kayapó para a Rádio Web Idade Mídia – Comunicação para Cidadania.

 

Canal Idade Mídia - Youtube:

https://youtu.be/C2bOiPz9aeo

 

Página Idade Mídia Facebook:

https://www.facebook.com/idademidia.org/videos/658353177897808/

Voltar

Idade Mídia 
Comunicação para Cidadania

Tenha também o seu site. É grátis!